Caderno de Bordados - Aula 7 - Página 6



Estamos na Pagina 6 do Caderno de Bordados.
Você deve iniciar pela Capa, as instruções de montagem incluem todas as paginas.
Leia toda esta aula antes de iniciar.
Devido ao adiantado das aulas deste caderno, muitos pontos não foram mostrados aqui, pois já foi feito isto nas paginas anteriores.






No mês de Maio de 2013 fiz um curso com a Dóris Teixeira para construir mandalas em Patchwork, e me apaixonei por elas. Mas a busca já vinha nascendo quando decidimos fazer o coração 6 em mandalas. Abaixo um texto retirado da net para que possamos entrar no clima. 
MANDALA, em sânscrito significa círculo de cura. É uma representação do universo e de tudo que há nele. Khyil-khor é a palavra Tibetana para Mandala e significa 'centro do universo onde um ser totalmente iluminado habita'. Os círculos sugerem totalidade, unidade, completude e eternidade. São universalmente associados com meditação, cura e o sagrado, e podem funcionar como chaves para os mistérios de nosso reino interior. Quando usados com essa finalidade nos levam de encontro aos mistérios da alma. O circulo simboliza a alma e o Si mesmo, encontrando-se vinculado ao simbolismo da mandala e da eternidade posto que é o início e o fim da vida humana, é a uroboros e o símbolo da meta a ser alcançada, a união dos opostos na psique. Os círculos mágicos costumam funcionar como um território pertencente a Deus, um espaço delimitado, um lugar redondo, reservado para um propósito arquetípico que é utilizado para concentrar o que está dentro e excluir o que está fora. É a imagem símbolo de uma realidade psíquica interior do homem. Para o Mestre Eckhart, Deus é 'uma esfera espiritual infinita, cujo centro e circunferência estão em toda parte'. Talismãs são objetos imantados de força magnética e consagrados através da magia. Podem ser usados junto ao corpo, em casa, no trabalho ou no carro. A eles são atribuídos poderes de proteção, sabedoria, purificação, renascimento e realização dos desejos. Texto de Miscelânea




Esquema para localizar onde riscar o coração 6.
Ele ficará ao lado do coração 1. Estude as paginas já usadas e encontre o tecido correto.

São 5 mandalas.
Eu preferi risca-las livremente quando fiz a minha, pois os corações anteriores nos deram noção de tamanho, mas se você se sentir insegura para tentar, risque o modelo adequando ao tamanho do seu coração. Vamos tentar construir círculos coloridos, com pontos que já sabemos. Nesta foto, observe o ponto do contorno - Ponto CASEAR EM NÓ. Veja como fazer na próxima foto. Eu usei uma linha tipo torçal degrade no contorno.
Linha torçal é mais grossa que as de novelinho.





Este é o ponto que usei.



Mandala 1 Vamos fazer ela primeiro pois é a maior, assim as outras deverão se enquadrar depois dela. Leia tudo aqui, ande mais uma foto para ver o esquema e depois inicie. Ela é bem simples. Faça um circulo com compasso usando 1 cm de raio. Divida em 8 partes (eu dividi em 4 e depois ao meio novamente) Podemos já fazer direto dentro do coração. Usando lápis é claro. (veja o esquema na foto seguinte) A cor da linha empregada aqui nesta etapa foi o amarelo forte. A linha (dupla) sai do centro e entra 1 cm fora do circulo. Depois com linha degradê dei as voltas com a técnica da Teia de aranha, fiz até que preenchesse toda a circunferência, aí para e arremata. Etapa Rococó -Com a linha amarela, que pode até ser de cor mais forte, faça rococó nas extremidades de cada raio com 0,5 cm , pegando do final e entrando para arrematar. Etapa GOTAS- Agora usando linha rosa forte, faça uma ultima volta nos raios e ao passar pelo rococó amarelo, dê 3 voltas fazendo como uma ' gota' nas extremidades.




Ela é bem simples. Faça um circulo com compasso usando 1 cm de diâmetro. Divida em 8 partes (eu divido em 4 e depois ao meio novamente). Podemos já fazer direto dentro do coração. Usando lápis é claro.


Para refrescar a memória, pois já fizemos este ponto no cor. 5, vejam o vídeo:  http://youtu.be/LLzpAm-iO4c 
Só que a base faremos com pétalas ao invés de um fio apenas. Ao lado, a foto mostra como devemos fazer com a linha amarela, depois de riscar o circulo com 1 cm de raio. O circulo deverá servir de guia para sabermos onde parar. Não esqueça!!! nossa mandala tem as pétalas maiores que o circulo. Elas passam para fora.




Aqui mostra a próxima etapa, entre com a linha degradê.



Com nossa linha degradê faça como mostra a foto, contorne e avance, até que fique do tamanho da circunferência que fizemos. Deverá sobrar, pois o circulo deve ser menor que as pétalas verdes (a nossa em amarelo)


A nossa mandala até aqui está com linha mescla onde tem o rosa da foto, e onde está o verde você usou outra cor. Agora, entre com outra cor, mais forte na linha. Até aqui está igual, só muda as cores. Agora, vá para a primeira foto da Mandala 1 que encontrará os passos para finaliza-la, vendo as etapas Rococó e Etapa Gota. Outra opção de aprendizado que descobrimos aqui foram os vídeos do youtube, a Mary Corbet ensina nesse link:  http://youtu.be/LLzpAm-iO4c




Outra forma para entender o ponto.



Mandala 2. Esta mandalinha, foi feita sem segredo algum, tenho certeza que nem preciso explicar . veja a próxima foto do esquema. Quer aprender um outro nó? veja este da Mary Corbet: http://youtu.be/NUUlJNNIZoc 
Ponto semente ou ponto areia vejam a Mary como faz 
http://youtu.be/aQbFDxWIEYg


Faça dois círculos, um com 1,5 cm de raio e outro com 0,7 cm sendo um dentro do outro, divida o circulo maior em 8 partes (divida em 4, depois divida novamente) Risque as pétalas dentro desta divisão. Fiz 24 pétalas em ponto margarida e usei linha mescla. Com linha mais escura fiz as meia luas, saindo em ponto caseado. No desenho abaixo (miolo) bordamos uma rosinha, ao redor ponto areia e contornado com nó francês.



A rosinha no centro desta mandala é feita com pontos intercalados. Inicie pelo centro, faça um miolinho em ponto cheio de cor mais forte, pode até ser nó francês. Depois com outra linha faça estes pontos tipo meio arco ao redor do miolo, use linha mais grossa e mais clara nas pétalas.

Mandala 3 Faça um circulo pegando com o compasso, de 1,5 mm de raio, pronta ela ficará com 3,0 cm. Faça um circulo no cento com 1 cm ou 0,5 de raio. Divida em 8 partes. Contorne com ponto haste as duas esferas. Agora você pode fazer o rococó do meio em rosa claro, faça a primeira e veja se fica esticadinha, não pode colocar mais voltas que o necessário senão entorta. Agora com a linha mais forte, faça o ponto do caseadinho com 10 pontos, a foto está tão boa que dá até pra contar...
Veja estas instruções que estão muito boas, no blog da Rosalie: http://rosaliewakefield-millefiori.blogspot.com.br/2012/10/brazilian-embroidery-stitch-techniques.html 
O ponto caseado eu ensino em um vídeo. Você já fez este ponto antes, nas rosas do coração 5


Faça um circulo com 1,5 cm de raio, divida em 4 partes e depois novamente ao meio obtendo 8 partes. 
Faça outro circulo no centro com 0,5 cm de raio. 
O ponto ' A' é o circulo interno e deve ser bordado em ponto haste bem juntinho pois em curvas não pode remontar. 
O ponto ' B' é o circulo maior e também bordamos da mesma cor em ponto haste.



Foto da minha montagem da Mexerica. 
Neste vídeo vejam como a Mary Corbet faz isso: 



Esta foto mostra o inicio do Ponto Caseado que envolve o rococó. Fiz com linha de seda em tom mais forte. 
Este ponto caseado está no vídeo que fiz e como este é o coração 6 você já deve saber, não vou indicar novamente o vídeo.




O vídeo manda passar umas voltas por baixo antes de iniciar o gominho, em ponto caseado.




Mandala 4 Tutorial- Faça uma circunferência medindo pelo compasso 1,5 cm de raio, portanto vai ficar com 3 cm no total . Divida em 8 partes iguais sendo que o centro deve ter um circulo bem pequeno para que os encontros não remontem. Esse ponto que separa as pétalas eu quis fazer um nó francês de perna longa. Saí com linha dupla da borda para o centro, entrei e voltei com as linhas, passei no meio, dei uma volta no centro e voltei para a borda finalizando com o nó francês. Tudo com a mesma linha dupla. O ponto usado para contornar a mandala é o mesmo ponto usado no contorno do coração 1. Ou seja, ponto alinhavo e depois com outra cor faz as curvinhas. Ande mais uma foto para ver o esquema, depois volte para fazer as pétalas. Agora podemos ir para as pétalas, iniciamos pelas cor de rosa. Fiz com linha Achor Perlé 8 e usei 34 voltas neste rococó (de cada lado). Faça experiência com sua linha pois pode variar. A segunda pétala em tom mais forte, foi feita em linha Molinê com 2 fios e fiz com 28 voltas o rococó de cada lado. O nó francês de dentro das pétalas é feito depois delas prontas, é claro. Recomendações= a linha de seda desfia muito e solta fácil ACONSELHO ARREMATAR 3 VEZES .



Repetindo - Faça uma circunferência medindo pelo compasso 1,5 cm de raio, portanto vai ficar com 3 cm no total . Divida em 4 partes e depois ao meio, totalizando 8 partes iguais sendo que o centro deve ter um circulo bem pequeno para que os encontros não remontem. É melhor fazer os pontos de contorno primeiro, depois o restante. Sobre estes 4 cortes iniciais do círculo, fazemos os pontos de separação (em bege) Ponto da cruz.- Entre com a linha dupla no centro - Ponto Pistilho -Faça um ponto longo até a borda, com uma laçada no meio , na borda finalize com rococó. Pode mudar esta etapa, escolha um ponto bom pra você que não fique escondido por baixo das pétalas. Para fazer as pétalas, achei melhor escrever na foto anterior, volte uma etapa para ver. Ponto Pistilho - só achei este vídeo: http://youtu.be/SRgF7eKQGSA 
Ponto do contorno - use agulha sem ponta ou use as costas da agulha: http://youtu.be/4HTuHiqVAIs



Mandala 5 Esta é bem simples. Dois círculos, divididos em 9 partes. Caseamos o circulo menor e já iniciamos os pontos divisórios com nó francês nas bordas. Fazemos os caseados das bordas
Faça o círculo de 1,02 cm, divida em 9 partes. Para fazer isso, pegue a medida de 0,8 cm que dá certo. Risque o circulo menor com 0,5 cm para fazer o caseado sobre ele, fica bem mais certinho. Com a mesma linha do caseado, faça os pontos de divisão. São simples, com nó francês no final, é só sair, esticar a linha e entrar com nó francês, aproveite a linha e faça o miolo. Agora mude a linha e entre com ela fazendo uma base para o caseado na volta toda. Basicamente é entrar, dar uma volta no nozinho e avançar até o próximo nó, contornar e seguir. Depois volta caseando. Com a mesma linha faça nó francês nos intervalos do circulo central e ela estará pronta.



Nosso penúltimo coração está pronto amigas. Estamos quase  finalizando nosso Caderno de Bordados. Passe bem seu trabalho.
Compartilhe esta pagina se gostou da aula. Deixe seu comentário.
Rose Becker.
   
 Voltar para aula anterior                                                              Avançar para a próxima aula   

Nenhum comentário:

Postar um comentário